Pré-diabetes: O que é, diagnóstico, riscos


Pré- diabetes é uma condição anterior ao diabetes e pode ser revertida: se a pessoa adota hábitos saudáveis, pode deixar de ser pré- diabética. Caso não consiga mudar pra valer seu estilo de vida ou se, mesmo com a nova rotina, a glicose não baixar, o médico pode receitar remédios para evitar que o diabetes se instale de fato. Esse é um mal silencioso, tem que fazer exames periódicos para detectá-lo.

Diagnóstico

A glicemia em jejum e o teste oral de tolerância  à glicose são os exames que detectam a condição. A pessoa é considerada pré- diabética quando a taxa de açúcar no sangue varia entre 100 e 125 mg/dl. A partir de 126 mg/dl, ela já é diabética. Se for apontado o quadro de pré- diabetes nesse primeiro exame, confirma-se o diagnóstico com o teste oral. A pessoa ingere água com glicose duas horas antes da coleta de sangue. Se o resultado ficar entre 140 e 199 mg por 100 ml de sangue, está confirmado o quadro.

Pré- diabetes - O que é, diagnóstico

Tem propensão a doença quem…

– É sedentário

– Tem mais de 45 anos

– É hipertenso

– Tem familiares diabéticos

– Está acima do peso

– Possui triglicérides elevados

– Tem ovários policísticos

Pré- diabéticos tem mais riscos de….

– AVC

– Cegueira

– Doença cardíaca

– Insuficiência renal

– Amputação de membros

– Problemas de ereção

O que comer

Aposte em uma dieta de baixas calorias, com carnes magras, como aves, peixes, verduras, legumes. É fundamental não exagerar nas gorduras, doces e carboidratos, que elevem os índices de açúcar no sangue. Pães e massas integrais contribuem para que a insulina seja liberada aos poucos.

Pré- diabetes - O que é, diagnóstico

Como se exercitar

O ideal é combinar práticas aeróbicas ( caminhada, natação, bicicleta) com as anaeróbicas ( musculação, ioga, pilates). A associação das duas modalidades resulta em perda de barriga e ganho de músculos, o que reduz à resistência à insulina, diminuindo as chances de diabetes. Quando um indivíduo tem resistência à insulina, a glicose não é capaz de entrar nas células e acaba se acumulando no sangue.

Atenção

– Não fique muito tempo em jejum. Coma de três em três horas para manter as taxas de açúcar no sangue reguladas.

Comentários